– SUGESTÕES DE ATIVIDADES –

GEOGRAFIA

• Qual a influência do clima e do solo na produção de cada hortaliça?

• Por que na região em que moro algumas hortaliças existem em maior quantidade que outras? Que

fatores contribuem para isso?

• E as hortaliças que não são produzidas no meu estado, como chegam até aqui?

• Fazer um levantamento com os alunos sobre os seus alimentos cotidianos, identificando os que são naturais, os industrializados, onde foram produzidos, de onde são originários, como são preparados.

• Existe alguma forma de melhorar o clima na minha escola ou isso depende apenas das condições

climáticas do meu estado ou município?

• Como é o ecossistema da minha região? Quais plantas e animais fazem parte da biodiversidade do meu ecossistema?

ecossistema?

• Que tal fazer uma maquete bem bonita da horta da sua escola?

• Atividade prática para testar a acidez do solo. Atividade simples que pode ser realizada em uma aula e utiliza materiais simples: repolho roxo, liquidificador, amostras de solo, água, potes, peneira.

• Desmatamentos e queimadas -Apresentar fotos ou gravuras bonitas de diversos tipos de árvores para os alunos observarem e descreverem oralmente o que acham. Em seguida, apresentar fotos ou gravuras de desmatamentos e queimadas. Roda de Conversa: - Quais as causas de queimadas e desmatamentos. - Quais são as consequências das queimadas e desmatamentos.

• Mata Ciliar - Roda de conversa: - Existe algum córrego ou rio perto da escola ou da sua casa? - Como ele é? Limpo ou sujo? - Tem vegetação em sua margem? Explique que essa vegetação recebe o nome de mata ciliar pois, assim como os cílios dos olhos possuem função de proteção. No caso dos olhos, sua própria proteção. No caso das matas, a proteção dos cursos d’água.

• Mapeamento de árvores e perigo de queda - passear com os alunos pela escolase/ou pelo entorno para mapear árvores fazendo a identificando e catalogação de espécies. Além disso, verificar quais podem estar em risco de queda por estarem velhas ou precisando de poda. Nesse caso é preciso ligar 156 para uma avaliação da equipe da prefeitura responsável pelo serviço.

• O trabalho com os pontos cardinais ou a identificação de elementos marcantes da paisagem, como montanhas, árvores, prédios, torres, rios etc., constituem importantes problematizadores para o vínculos dos estudantes com o ambiente. Esses referenciais permitem aos alunos acompanhar, opinar e intervir nas alterações provocadas no seu entorno com mais propriedade, reforçando, ainda, os laços afetivos com os elementos da paisagem, fazendo com que esta adquira um novo valor.

• Nas cidades, o adensamento populacional impõe determinadas formas de organização do espaço, a criação da infra-estrutura, que, por sua vez, requer um determinado traçado das ruas para instalação das redes de água e de esgoto, do sistema de drenagem com ou sem intervenção física nos córregos, e sistemas de transporte. Há, também, a necessidade de definição de áreas para atividade industrial, para implantação de comércio e serviços, de áreas de preservação de matas, parques e mananciais.

• Dentre os problemas socioambientais, o mais agudo, que tem adquirido enormes dimensões nas grandes cidades, são os núcleos favelados que se adensam tanto mais quanto maior a crise econômica e social. Esse problema é também conseqüência da inexistência de políticas habitacionais que apontem soluções de moradia para essa parcela da população. Sem alternativa, ela acaba ocupando encostas de morros e fundos de vales, sofrendo desabamentos e enchentes; deixando a céu aberto o esgoto, o lixo, enfim, aquilo que para a parcela mais abastada fica escondida nas tubulações ou, pelo menos, longe de casa. Essa situação se agrava proporcionalmente à exclusão social, ou seja, os problemas ambientais atingem diferentemente cada parcela da sociedade. Essa é uma situação insustentável 215 pela gravidade da degradação, que não proporciona condições sanitárias minimamente satisfatórias para a vida humana.

• Construir um mapa da escola para identificar os pontos de entrada e saída de água e verificar a presença de desperdício, vazamentos, ou mesmo iniciativas positivas voltadas para a economia e o consumo consciente. Compartilhar as informações levantadas e buscar, de forma consensual, estratégias para melhorias e soluções relacionadas ao uso de água na escola.

• Construir um mapa da escola e observar a arquitetura, coletores solares, tecnologias economizadoras de energia ou mesmo iniciativas positivas voltadas para a economia e o consumo consciente. Compartilhar as informações levantadas e buscar, de forma consensual, estratégias para melhorias e soluções relacionadas ao uso de energia na escola.

• Construir um mapa da escola e observar para observar o descarte de resíduos sólidos (papel, plástico, etc.) ou mesmo iniciativas positivas voltadas para a economia e o consumo consciente.Compartilhar as informações levantadas e buscar, de forma consensual, estratégias para melhorias e soluções relacionadas ao descarte de resíduos sólidos na escola.

Fontes:

- Aprendendo com a horta - Caderno 4 - de 6 a 10 anos - VOLUME 2 - Brasília – Brasil – 2009

- http://edukatu.org.br

- http://cesa.pbh.gov.br

Diretoria de Educação Integral
Secretaria Municipal de Educação - SMED

Belo Horizonte - MG
Rua Carangola - 288 /sala 418 / Bairro Santo Antônio - Belo Horizonte
3277-8853. E-mail: ncma@pbh.gov.br

Diretora: Arminda Aparecida de Oliveira

Coordenação: Adriana Moura